Qual é a real importância da ambiência na produção de suínos

ambiência na produção de suínos
6 minutos para ler

A ambiência na produção de suínos nada mais é do que o conhecimento e as adaptações acerca dos fatores externos que são determinantes para uma carne suína de qualidade. Isso inclui controlar as zonas de conforto térmico, respeitar os mecanismos fisiológicos e comportamentais dos animais, e manejar adequadamente todas as fases de produção considerando suas peculiaridades, até o momento do abate.

O bem-estar dos suínos é um dos principais aspectos que influenciam as diferentes fases de criação. Dependendo da qualidade do manejo do ambiente, os índices de produtividade podem ser afetados de forma positiva ou negativa, e tudo dependerá do conhecimento específico da fisiologia dos animais e suas limitações em cada fase.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, fique atento e continue a sua leitura!

Qual é o real impacto da ambiência na suinocultura?

A carne suína é a mais consumida no mundo todo (36%). Por ter um teor adequado de proteína e uma composição bastante benéfica de aminoácidos essenciais, gordura saturada, colesterol, vitaminas e minerais, ela lidera os rankings de consumo, seguida da carne de frango e da bovina.

Para garantir a melhor produtividade dos animais, durante muito tempo a prioridade dos produtores foi a combinação entre a sanidade adequada, uma boa genética e a gestão nutricional eficiente dos suínos. No entanto, muitos deles estão percebendo o quanto a qualidade do ambiente, tal como o microclima e as instalações, vêm afetando o produto final.

No Nordeste, por exemplo, o clima excessivamente quente e a baixa umidade do ar contribuem de forma negativa para o estresse térmico dos animais. O resultado é um comprometimento tanto da carcaça, quanto da carne suína. Da mesma forma, o estresse sofrido no período pré-abate também gera seus impactos.

As interferências são muito perceptíveis na etapa inicial da vida dos leitões. Investir no cuidado com a ambiência na produção de suínos desde o seu nascimento evita a perda de diversos animais e contribui para melhorar a saúde e a produtividade de todo o rebanho.

Pensando nisso, muitos produtores e pesquisadores vêm chegando a conclusões bastante específicas que norteiam novos modos de manejar suínos. As principais mudanças estão na inclusão do bem-estar animal, e no uso de novas tecnologias (equipamentos, instalações e nutricionais), como parte das estratégias de produtividade e bons resultados para o empreendimento.

Que vantagens são obtidas ao investir em ambiência na produção de suínos?

Se você ainda está se perguntando quais são os benefícios e as vantagens de investir em ambiência na produção de suínos, chegou a hora de conferir alguns motivos. Veja só.

Aumento da produtividade

Em geral, uma melhor ambiência na produção de suínos reduz a quantidade de natimortos, assim como favorece que os leitões nasçam com mais peso e tenham mais facilidade para ganhar alguns quilos logo nos primeiros dias de vida. Isso ocorre principalmente porque eles não gastam tanta energia para regular a temperatura corporal ou fugir do estresse, por exemplo, resultando em mais eficiência produtiva.

Redução do estresse

Com os animais recebendo melhores condições de bem-estar, permanecendo na zona de conforto térmico e ficando em galpões que tenham uma boa qualidade do ar e sejam higienizados, eliminamos ou reduzimos consideravelmente os fatores estressantes que os deixam agitados e que comprometem a sua produtividade. Dessa forma, os suínos se tornam mais dóceis, o que também facilita o manejo pelos tratadores, que conseguem fazer o trabalho com mais tranquilidade.

Manutenção da saúde dos animais

Com as melhores condições dentro dos galpões e uma redução significativa do estresse para as matrizes e demais categorias produtivas, todos saem ganhando. Os suínos que são bem tratados adoecem menos, o que reduz os gastos com veterinários, medicamentos e outros fatores. Além disso, é claro, diminui-se a perda de animais.

Como garantir uma boa ambiência para os suínos?

Existem muitos fatores que interferem diretamente nas necessidades de ambiência dos suínos; entre eles estão o peso corporal do animal, sua gordura, o tamanho do lote e o nível nutricional. Os suínos são muito sensíveis à temperatura e, por isso, podem sofrer mais do que outros animais com as condições do espaço em que vivem.

Entre as suas principais necessidades estão:

  • boa qualidade do ar;
  • alimento suficiente para a sua saúde e disposição;
  • espaço suficiente para se movimentarem e deitarem;
  • liberdade para manifestar seu comportamento natural.

A seguir você vai conferir alguns dos principais cuidados que compõem a maior parte das técnicas de ambiência. Aproveite!

Qualidade do ar

A qualidade do ar é um dos aspectos mais observados, especialmente em etapas como a de creche, já que isso permite que os parâmetros se mantenham adequados e evita que os animais fiquem expostos à poeira e aos gases tóxicos provenientes do seu metabolismo, que prejudicam o seu desempenho zootécnico. Além disso, é preciso controlar a oscilação da temperatura do galpão e evitar os desconfortos, para facilitar o ganho de peso e a redução da mortalidade dos leitões.

Temperatura

Como dissemos, também é importante entender a influência da temperatura para uma boa ambiência na produção de suínos. Ambientes muito quentes são prejudiciais para a fisiologia dos animais. Portanto, para maximizar a produtividade será preciso contribuir com a termorregulação dos suínos, fazendo com que eles gastem o mínimo possível de energia com esse mecanismo.

Higienização

A higienização do ambiente é outro fator importante para manter a biosseguridade na suinocultura. Para isso, é preciso realizar um bom manejo dos bebedouros, garantir uma drenagem eficiente dos espaços, manter a retirada frequente de fezes da baia, aplicar produtos antissépticos e assim sucessivamente. Essas são medidas relevantes para garantir as condições mínimas de higiene do local.

Em geral, essas características permitem que os animais tenham mais qualidade de vida e bem-estar desde o início de suas jornadas. Além disso, eles se tornam mais tranquilos durante todas as etapas do seu crescimento. O resultado é bom para todos: para os animais, para o produtor e para o consumidor de carne suína.

Investir em ambiência na produção de suínos é imprescindível, afinal, esse cuidado impacta diretamente as características do produto que será vendido ao consumidor e, claro, a rentabilidade do produtor. Além disso, as boas práticas de manejo interferem na reprodução dos suínos.

Agora que você já conhece a importância do bem-estar na suinocultura, que tal ficar por dentro de outros assuntos do seu interesse? Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades diretamente no seu e-mail!

Você também pode gostar

2 thoughts on “Qual é a real importância da ambiência na produção de suínos

  1. Gostaria de ser um dos maiores produtores de gado suino no meu pais. Macambique provincia de nampula; distrito de nacala porto

    1. Olá, José agradecemos o seu comentário em nosso blog e ficamos felizes com a sua visita!

      Para acompanhar os novos conteúdos do blog, assine a nossa newsletter e fique por dentro dos assuntos mais atuais sobre nutrição animal.

      Até breve,

Deixe um comentário