fbpx
Autor

VACCINAR NUTRIÇÃO E SAÚDE ANIMAL

Browsing

Manejo nutricional de matrizes suínas

Na suinocultura, a alimentação é o fator que causa maior impacto na produtividade do plantel. Nesse contexto, a deficiência nutricional afeta significativamente — e de diversas maneiras — as respostas produtivas em todas as fases de reprodução das matrizes suínas. Desde as marrãs até o desmame da leitegada, passando por toda fase de gestação onde ocorre o desenvolvimento dos fetos, a dieta das fêmeas precisa ser especificamente planejada para cada fase, visto que a continuidade do negócio depende das matrizes. Pensando nisso, elaboramos este artigo para você! Continue a leitura e veja quais são os aspectos nutricionais que, se aplicados às fêmeas, melhoram a performance da leitegada. Por que se preocupar com o manejo nutricional de matrizes suínas? A alta produtividade que vemos hoje na suinocultura é resultado da otimização das estratégias nutricionais, aliada à eficiência reprodutiva das matrizes e à manutenção do controle sanitário. O desempenho da produção, por sua…

Inseminação artificial em suínos: como funciona e quais são as vantagens

A inseminação artificial em suínos é um método de reprodução animal que se baseia na introdução do sêmen do macho no sistema reprodutivo da fêmea, por meio de equipamentos, descartando a monta natural. A prática teve uma grande expansão na década de 1970 e, desde então, vem sendo aprimorada e amplamente utilizada no país. A técnica confere uma série de vantagens à suinocultura, como o melhoramento genético e a redução de custos com reprodutores. Além disso, a metodologia para a execução do procedimento é bastante simples, mas exige cuidados para que seja eficiente. Por isso, é indicado que o produtor tenha o acompanhamento de um médico veterinário ou zootecnista. Mas você sabe como funciona a inseminação artificial em suínos e quais são as suas vantagens para o negócio? Continue a leitura e entenda! Como funciona a inseminação artificial em suínos? O principal objetivo inseminação artificial é otimizar e maximizar o…

Mercado de carne bovina: panorama e tendências

Nos últimos 38 anos, o mercado de carne bovina teve um crescimento sem precedentes. No Brasil, devido aos investimentos, às inovações do setor e às mudanças socioeconômicas, o consumo de carne vermelha teve um aumento de 45,4% de 1980 para 2018. Esses números acompanham o comportamento no resto do mundo, embora os brasileiros ainda consumam menos carne que os demais países. Segundo as projeções lançadas em 2018 pela OECD-FAO e pelo MAPA, o crescimento no consumo de carnes se manterá, mas muito menor em comparação à última década. Isso se deve à estabilização do consumo per capita nos países de renda média (como a China), e pelo acesso restrito ao produto nos países menos desenvolvidos, que têm limitado aumento de renda. Portanto, para ajustar a sua produção e os seus investimentos, é essencial saber como está o panorama de comportamento atual e quais são as perspectivas para o mercado de…

Avicultura alternativa: regulamentações e certificações necessárias

A dificuldade que os pequenos e médios produtores de carne de frango ou ovos enfrentam para competir com as grandes empresas avícolas é inegável. O retorno sobre o investimento, tanto para instalação quanto para a manutenção da granja, nem sempre compensa e faz com que muitos avicultores desistam de suas criações. Contudo, surgiu a Avicultura Alternativa nos últimos anos, um sistema simples de produção que está recebendo a atenção dos produtores e do mercado consumidor. Ele une a redução de custos (devido à rusticidade das aves) com a entrega de produtos de maior valor agregado, com menor interferência no desenvolvimento dos animais. No entanto, isso não significa que a produção de proteína de frango está livre de normas que padronizem e fiscalizem a atividade. As regulamentações existem, garantem a seguridade pública e evitam fraudes nas granjas brasileiras. Mas você sabe quais são os sistemas de avicultura alternativa e o que os definem? E…

Alimentação de suínos por fase: creche, crescimento e terminação

Em qualquer atividade que envolve a criação de animais, é sabido que os custos com nutrição são os mais representativos, chegando a 70% do total de investimentos. Por essa razão, o produtor que deseja uma alta rentabilidade tem o desafio de melhorar a eficiência da alimentação dos suínos por fase produtiva. Cada categoria tem exigências nutricionais diferentes e a dieta dos suínos deve ser planejada de acordo com essas demandas. O objetivo é favorecer o desenvolvimento desses animais e atender as expectativas do suinocultor de obter um excelente desempenho do plantel. Nesse contexto, a nutrição de precisão é a chave para o êxito no negócio. Mas quais são as melhores estratégias de alimentação para suínos em cada uma de suas fases? Continue a sua leitura e descubra! Quais são as categorias produtivas dos suínos? As fases produtivas dos suínos após o desmame são a creche, o crescimento e a terminação. Cada…

As principais vantagens da inseminação artificial em bovinos

De todas as biotécnicas aplicadas para a reprodução animal, a inseminação artificial em bovinos é a mais antiga e, também, a que mais gera bons resultados. Ela consiste, basicamente, na introdução mecânica (isto é, não natural) do sêmen no trato genital da fêmea. O seu uso é essencial para o melhoramento genético e para o aumento da produtividade dos rebanhos. Em princípio, o método foi utilizado para erradicar doenças infecciosas normalmente transmitidas pelo touro na hora da monta natural. Ao longo do tempo foi sendo aprimorado e tornou-se a melhor ferramenta para garantir um grande número de descendentes de um reprodutor com alto valor genético. Contudo, o maior exportador de carne bovina do mundo ainda não usufrui de todas as vantagens que a inseminação artificial proporciona à produção. Por isso, elaboramos este artigo para elencar os benefícios da técnica. Acompanhe! O que é a inseminação artificial em bovinos? A inseminação…

Como desenvolver o bem-estar animal na suinocultura?

A preocupação com bem-estar animal na suinocultura tem feito cada vez mais parte das discussões sobre a produção moderna. Compreender e proporcionar todas as necessidades dos suínos é fundamental para que eles tenham qualidade de vida. Por sua vez, a melhoria no trato animal gera impactos econômicos no seu negócio. Segundo informações da Embrapa Suínos e Aves, as perdas relacionadas ao bem-estar animal chegam 0,15% do produto final desembarcado nos frigoríficos. Esse número parece pequeno, mas não é: o percentual representa um total de R$30 milhões anualmente para o mercado de suínos. Com intuito de reduzir essas perdas e proporcionar maior qualidade de vida durante toda a cadeia produtiva, foram criados princípios de liberdade do bem-estar animal na suinocultura. A seguir, você vai conhecer quais são eles e os cuidados necessários para promovê-lo. Acompanhe! O que significa bem-estar animal? As questões relacionadas ao bem-estar dos suínos têm crescido rapidamente em…

Dieta de milho grão inteiro para sistema de confinamento

O confinamento do gado é uma das estratégias empregadas pelos produtores para, entre outras razões, contornar a escassez de nutrientes das pastagens na época seca e manter a performance dos animais. Nesse sistema, a dieta do tipo milho grão inteiro é uma alternativa para reduzir os custos com alimentação e aumentar a eficiência e o desempenho dos bovinos. De modo geral, os grãos de cereais são a principal fonte de energia para animais terminados em sistema de confinamento, e essa dieta nada mais é que oferecer o milho sem nenhum tipo de processamento, como a moagem. Junto com os grãos, são oferecidos pellets com aditivos, vitaminas e minerais. Esse método ainda melhora o processo digestivo dos animais pela diminuição do consumo de fibras. Mas de que forma isso acontece? Quais as vantagens da dieta milho grão inteiro e como ela tem aumentado a produtividade nas fazendas? Continue a leitura e entenda! Por que…